Mindfulness e o Stress

Pode ser mais fácil reconhecer que estamos a sentir stress do que propriamente defini-lo.

Por essa razão, o mais importante a ter em conta quando falamos em stress, é que ele é desencadeado por estímulos que são percebidos pela pessoa como sendo uma ameaça. A pessoa fica, assim, em “estado de alerta” e em segundos é desencadeada uma reação de “luta ou fuga”.

Após uma situação de stress, e quando os niveis de stress são normais e aceitáveis, a pessoa acalma-se e o corpo reequilibra- se. O mesmo não acontece, no entanto, quando os efeitos do stress são excessivos.

Neste caso, perduram por mais no tempo e conduzem a sintomas como pressão interna, falta de concentração, irritabilidade, insónias, disfunções gastro-intestinais, fadiga extrema, obesidade, entre muitos outros.

 

Se se sente desgastado pelo stress, conheça alguns estudos que comprovam a eficácia de mindfulness na sua redução.

ESTUDOS CIENTÍFICOS:

Se gostava de experimentar mindfulness, sugerimos:

O curso “Introdução à meditação mindfulness”, um curso pensado para quem procura obter as bases de mindfulness de forma experiencial e num curto espaço de tempo.

 

O “Programa de 8 semanas – MBSR”, de caráter mais intensivo, pensado para quem gostava de aprofundar os seus conhecimentos, explorando todo o potencial que mindfulness tem para oferecer.